MENU

28 de julho de 2014 - 11:11F1

Alívio e mudança de postura

Budapeste – Felipe Massa se mostrou aliviado após o maluco GP da Hungria. Depois de provas difíceis nesta última fase da primeira parte do campeonato, o brasileiro reconheceu que precisava de uma corrida sem problemas e era importante, acima de tudo, terminar bem, nos pontos e de preferência à frente do colega Valterri Bottas. A prova sem contratempos foi em termos, já que a etapa húngara foi bem complicada do ponto de vista da estratégia e tudo mais, mas Felipe conseguiu sair de Hungaroring, um lugar “que ama”, muito melhor do que chegou.

Bem mais solto e tranquilo depois da corrida, Massa explicou que o quinto lugar foi um bom resultado, mesmo com a falta de ritmo com os pneus médios e a ausência de atualizações no FW36. E até esboçou certa ansiedade pela segunda fase da temporada, que tem início daqui a quase um mês por Spa-Francorchamps, uma das pistas em que, segundo Felipe, se ajusta muito bem ao carro inglês. Monza também segue o mesmo padrão.

20146211953398_450988712_10_II

Felipe também revelou uma mudança de postura, que pode ter ajudado também a ter uma prova mais limpa. O piloto decidiu não mais falar com a imprensa antes da corrida, ali no grid de largada. A intenção é colocar todo o foco na prova e evitar qualquer interferência.

“Acho que a gente tem muito mais do que se preocupar na corrida do que ficar falando. Na verdade, eu falo demais e chega. A gente tem de se preocupar e se concentrar na corrida que é o mais importante, e aí a gente fala depois”, explicou aos jornalistas brasileiros.

Muitos outros pilotos também tem esse hábito. SebastianVettel é um deles, raramente fala antes das provas. E parece que funciona.

Massa agora volta ao Brasil agora passar duas semanas, aproveitando a pausa das férias europeias.

6 comentários

  1. Sil C San disse:

    Primeiro, responder as perguntas tolas de Barrichello com aquele arzinho de superior é totalmente desnecessário mesmo. Sou a favor da concentração antes da prova até porque não tem muito o que falar e sim focar na prova. Sempre disse que o brasileiro espera e cobra muito do Felipe uma coisa que ele não é. E ele sabe disso. Sem pressão ele faz o que sabe. Foi claro que na largada ele ficou mais esperto. Fez uma corrida segura e acho que se tivesse usado os pneus macios na segunda parada, acho, disse bem, acho que brigaria um pouco mais pra frente. Não adianta cobrar e achar que o Felipe vai fazer poles, ganhar uma corrida atrás da outra e ser campeão. Claro que não, assim como não somos mais o país do futebol, não somos mais e faz tempo o país dos grandes pilotos. Nossa realidade é outra.

  2. sam disse:

    Chega a ser palpável a inveja que o Barrichello tem de quem ainda corre na F1, eu tenho calafrios quando o vejo se aproximar do Felipe no grid…
    Como representantes nossos, sempre torci muito para ambos,na verdade para todos os brazucas, mas entre os 2 vice do Barrichello, e os altos e baixos do Felipe,(e aquele 2008), me sinto mais confortável com a postura do Felipe: assume mais as culpas que são dele, aponta dedo para equipe quando preciso,cobra o peso da sua experiência,de vez em quando sai um mimimi,mas até isso faz parte,todos os pilotos são egocêntricos,e isso reforça sua competitividade,e o fato é que é notória a diferença entre aquele da ferrari (com minúscula mesmo) e o Felipe de hoje. O problema é que as palavras mal escolhidas cobram um preço maior quando ditas a imprensa,simplesmente pq ganham mais visibilidade que as ditas longe do microfonee do calor do momento… espero que ele realmente mantenha essa postura, mantenha a fome e a regularidade de performance, enfim, ansiedade é o que não falta pela segunda parte da temporada.

  3. Marcio disse:

    Pilotozinho medíocre, está levando uma bota do Bo77as, está devendo, fala muito e faz pouco.
    Infelizmente estamos a pé na F1.

  4. Renato disse:

    Porque fugir da imprensa? é a mesma coisa que fugir dos fans.
    Felpe já foi grande na F1, é questão de tempo sua recuperação na Williams.
    Este ano ja está melhor sem Alonso ao lado.

    Só esperar e verão, não há como alguem disputar um titulo mundial ao lado de um dos melhores pilotos do grid (Hamilton) e não ser ao menos competente.

    melhor é fazer na pista oque já sabe fazer, e não revelar segredos a imprensa apenas responder.

    Precisa ser mais direto nas preferencias para ser atendido ela equpe, como o pneu macio na Hungria.

    abraço a todos

  5. Glauson disse:

    Concordo com o Felipe. Na realidade não há muito o que dizer antes da corrida. Sou médico e as pessoas ficam me perguntando coisas sem nexo antes de uma cirurgia de urgência. Minha experiência diz que é melhor falar depois do procedimento e não antes. A concentração é muito importante.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>